A Gente Tava Lá: Jota Quest Acústico

By Novembro 04, 2018

Ontem foi dia de banda da casa. O Jota Quest fez em Belo Horizonte um show especial. De mineiro para mineiro, trouxeram a centésima apresentação da turnê do Acústico pro “Lado de cá”

 

Tudo estava em clima de festa. O espaço foi enchendo aos poucos. E às 22:40, horário em que a apresentação se iniciou, já contávamos com casa lotada.

Pra começar

O quinteto apareceu nos palcos de maneira mais calminha que de costume, sentados em cadeiras. Mas, a exaltação da plateia era até maior. E a “turma do Jota” estava ampliada, além dos cinco integrantes, contávamos com mais um violão e dois backing vocals (Fantásticos). Por favor, se souberam os nomes dos backing vocals, nos contem para podermos creditar, são fenomenais.

A canção que inaugurou a apresentação foi “Dias Melhores”, seguida de “O que eu também não entendo”, e “Encontrar Alguém”. Na última das três canções, Rogério Flausino já estava de pé, de maneira mais tímida, mas de pé, já agitando o pessoal.

Após esse início, foi a primeira vez que Rogério falou com os fãs, e de como é bom fazer um show em BH. A plateia estava dividida entre a pista premium, que contava com mesas e cadeiras, e a pista comum/arquibancada.

Atendendo à todos

Além dessas áreas, outra divisão, para frente da pista premium, contava com alguns convidados especiais, deficientes físicos, e o pessoal do instituto Mano Down, que eram os fãs mais eufóricos e fiéis.

A apresentação se seguiu com clássicos da banda com arranjos diferentes, sem perder a identidade das canções, versões de músicas como “Amor maior” e “Na Moral” ficaram muito boas em suas versões acústicas.

A estrutura trazia, além das canções, uma junção com o audiovisual. Um telão mostrava imagens e vídeos que casavam com as músicas, fazendo da experiência do show ao vivo, um toque cinematográfico.

De frente ao público

O show foi dividido em duas partes. No fim da primeira parte, os integrantes originais da banda se encaminharam para uma parte menor do palco, que ficava em frente ao tablado principal.

Dessa forma, após Flausino conversar bastante com os fãs, eles começaram a fazer um espetáculo mais intimista, um pouco mais perto do público. A bateria foi reduzida a um tambor e um prato, e os cinco integrantes ficaram lado a lado.

Cerca de umas cinco canções foram performadas dessa forma. Depois disso, a banda voltou ao formato original do começo do show.

Resistência no palco

No bis (um dos mais generosos que já vi) voltaram com tudo com o hit, “De volta ao Planeta”, que mesclou de forma grandiosa trechos do clássico nacional de Raul Seixas, “Sociedade Alternativa”. Foi um dos muitos pontos altos do show. Nessa canção especifica, o vocalista gritou duas vezes com os punhos cerrados: “Resist, Resist”.

Mesmo em um formato acústico de show o Jota não conseguiu fazer com que a plateia ficasse parada. Mais para o fim do show, estavam todos pulando de maneira entusiasmada

A apresentação foi realmente especial, por estarem em BH, algumas coisas intimas foram perguntadas como: “Quem se lembra quando tocávamos em tal lugar? Que fica na rua tal?”. Além de alguns convidados da banda estarem presentes na plateia.

Lar, doce lar

Compositores de canções foram homenageados, e até um tio de Rogério estava na plateia, e que segundo o músico, ele foi o responsável pelo vocalista fazer parte da banda. A duração do show passou de duas horas, e contou com dois momentos de bis.

Além das canções mais famosas da banda, foram executadas algumas músicas inéditas, presentes no disco do Acústico, inclusive, uma delas, feita em parceria com Falcão do Rappa.

A última música foi “Do seu Lado”, com um arranjo maravilhoso, em que Marco Túlio Lara toca gaita. Essa gaita faz a canção ainda melhor. Ao se despedir da plateia, a banda posa com uma enorme bandeira do estado de Minas Gerais. Uma prova de como é especial para banda tocar na terra do pão de queijo.

Calendário de Eventos

« Agosto 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31            

Instagram Casal Cultural