Uma das coisas que mais tá fazendo falta na época de quarentena são os esportes. Seja ele qual for o seu preferido
Só os vts de jogos clássicos não acalentam nossos corações desportistas. Não tem futebol aos finais de semana, Federer, Nadal, e Djocovick sumiram. Artes marciais nem pensar. 
O que nos resta é arte. A amiga que nunca nos abandona. E o cinema, e os nossos Top 5 da semana estão aí para matar um pouco a saudade de certos temas. 
O tema da vez é o esporte. Separamos cinco filmes excelentes com temática esportiva, alguns muito premiados e conceituados, com atores e atrizes fenomenais. 
1. Um Domingo Qualquer
 
Começamos com o incrível Al Pacino. Focado no futebol americano, um dos protagonistas vivido por Pacino é um excêntrico técnico que consegue levar o time até às finais. A atuação dele é um dos pontos fortes do filme, um discurso famoso do longa é quase sempre usado em vídeos motivacionais por torcedores e fãs de vários esportes diferentes. Cameron Dias também está no elenco.
2. O Vencedor
 

Mais uma das super transformações de Cristian Bale. O filme foca em um boxeador aposentado que caiu em desgraças e agora é um viado em crack, e em seu irmão, que quer seguir carreira no esporte. 
3. Raça

Baseado na história real do magnífico Jesse Owens, atleta negro que participou dos jogos olímpicos em Berlim em plena Alemanha nazista e conquistou quatro medalhas de ouro. 
4. Senna: O Brasileiro, O herói, O campeão
 

O único documentário da lista, não poderia ficar de fora.  A produção é milionária, e não é exclusiva do Brasil. Inglaterra, Estados Unidos e França fazem parte da co-produção. Um investimento que rendeu vários prêmios para o documentário. 
5. Invictus 
 
 

África do Sul. Mandela eleito, após o fim do apartheid o país continua dividido e o preconceito reina. A ideia de unificação do presidente surge por meio do Rúgbi. Ele acredita que pode fazer isto através do esporte na copa do mundo. 
Menções honrosas: 
Jamaica abaixo de Zero

 
O Homem que Mudou o Jogo
 

Um Homem entre gigantes
 
 

2019 acabou, mas, a gentestá aqui para provar que não foi um ano tão ruim assim, Confira agora as 10 melhores obras cinematograficas do ano velho.

Pois é, vamos continuar os escritos que todo um final de ano sugere. Os dez melhores filmes de 2019 é uma discussão que não pode ficar de fora, e que entra ano, sai ano, nós adoramos fazer.

Primeiramente, não vamos colar uma ordem e nenhuma disputa a partir dos 10 que listarmos aqui, decidam vocês qual é o décimo melhor, o primeiro, etc, etc...

Não consiguimos definir a intensidade de impacto que cada um desses nos fez sentir. Outra coisa muito importante: são os dez melhores filmes que NÓS VIMOS. Então sem "Ah, mas aquele outro deveria entrar", se eu não assisti não tem como estar na lista.

Portanto, vamos problematizar, discutir, e ver as diferenças das nossas listas sem encher o saco. (Brincadeira, pode fazer o que quiser, inclusive nos julgar)

2019 ao contrário do cenário político, rendeu muitos filmes excelentes, o que tornou essa lista muito difícil de se montar e alguns xodós do lado de fora. Enfim, ver como ficou?!

CORINGA

 coringa por que a versao do joaquin phoenix e diferente
Um dos filmes mais tranquilos de entrar na lista. Todd Philips conseguiu adaptar o vilão mais icônico do mundo em um cenário atual e sensível, sem deixar de lado uma crítica pertinente ao nosso tempo. Joaquin Phoenix não temos o que dizer né, (entreguem logo o Oscar). Além disso tudo, temos Robert De Niro de bônus. Foi um dos queridinhos desse ano, e não era pra menos. Impossível de ficar fora da lista.

O IRLANDÊS

O Irlandês 45

Ufa!!! Há tempos que estamos por esperar esse filme. E graças mais uma vez a Scorcese, toda a espera foi recompensada. E no seu estilo mais clássico: Máfia, Robert De Niro (de novo), longa duração. Além de a história ser muito bem contada, foi incrível ver De Niro com vinte e poucos anos. Fora todo o elenco de peso, incluindo nosso ídolo maior, Al Pacino.

NÓS

15531289635c92de0332f8a 1553128963 5x2 lg
Após o maravilhoso "Corra", que foi bastante lembrado na sua edição do Oscar, no qual disputou melhor filme, ficamos na espera do que o jovem cineasta Jordan Peele poderia nos proporcionar. E ele conseguiu surpreender de novo. Mais uma vez uma história que parecia inconcebível tomou vida de maneira magistral e tenebrosa, com pitadas de descontração.

DOUTOR SONO

Doutor Sono 1
Uma adaptação de Stephen King não poderia ficar fora da nossa lista pessoal. Já falamos no blog sobre Mike Flanagan, que dirigiu a série A Maldição da Residência Hill e outra adaptação de King, Jogo Perigoso. Contudo seu melhor trabalho aconteceu em 2019, com a continuação do clássico literário e cinematográfico, O Iluminado. Flanagan conseguiu honrar tanto Kubrick quanto King ao conservar elementos do filme, além de fazer um bastante independente, e ao mesmo tempo diferente. Apesar da ótimo crítica e boa relação com os fãs, o filme não foi um sucesso financeiro. Mas, quem não viu, está perdendo muito.

BACURAU

Bacurau 2019 696x392
Não podia faltar um brasileiro entre os dez mais. Bacurau é um filme diferente de tudo que o Brasil já produziu. Quando vi o filme no cinema, fiquei um bom tempo calado, refletindo toda a loucura que eu acabava de assistir. Qualquer coisa que eu fale sobre ele estragaria a surpresa ao assistir. Enfim, Resistência!

PARASITA

parasita final 0 cke
Vou aproveitar a deixa para mais uma obra de grande crítica social. Momentos conturbados proporcionam filmes como este, que nos convidam a uma profunda reflexão. Vale lembrar que é um filme sul coreano, o que prova que em todo o mundo, temáticas como esta estão presentes. O filme é cercado de humor negro e dentro de sua loucura generalizada, tenta nos mostrar a complexidade do que no dia a dia, tratamos como banal.

DOIS PAPAS

csm dois papas 2 divulgacao e2512e4195
Netflix mais uma vez na lista. Assim como O Irlandês, o filme é uma produção original do sistema de streaming. Mostrando que cada vez mais os investimentos da produtora estão dando resultados maravilhosos. Dois Papas conta de maneira intrigante e envolvente parte da história e a amizade improvável entre o progressista Papa Francisco, e o conservador Bento XVI. A narrativa escolhida foi a melhor possível. Uma das grandes surpresas que tive esse ano.

HISTÓRIA DE CASAMENTO

review tbx historia de um casamento
E dá-lhe Netflix. Depois de ter começado bem na série Girls, e ter mostrado sua cara ao mundo como o vilão Kylo-Ren na nova trilogia de Star Wars, Adam Driver tem feito muito mais, seu nome englobado no elenco de alguma produção já é sinônimo de um bom roteiro. Dessa vez ele forma par romântico com Scarlett Johansson. O filme mostra com comédia, drama, e muito talento as complicações de um casamento e os dois lados dessa histórias. As atuações são incríveis.

A MÚSICA DA MINHA VIDA

a musica da minha vida 02
A narrativa mais leve e gostosa da lista. Um típico filme "sessão da tarde", não que isso seja sinônimo de coisa ruim. A história é de um adolescente de ascendência paquistanesa que vive na Inglaterra em uma época cercada de preconceitos. Margaret Thatcher está no poder. Além de toda essa repressão o protagonista tem de lidar com o conservadorismo de uma família tradicional. Quando ele conhece a música de Bruce Springsteen sua vida começa a mudar e a partir dela molda seu jeito de pensar e começa a prestar atenção em seus anseios e desejemos além de sua vida amorosa e profissional, mudando completamento seu modo de vida. A história é baseada em fatos. E eu, como ninguém, sei que a trilha sonora de Springsteen tem realmente tal poder.

ERA UMA VEZ EM... HOLLYWOOD

4171392
Mesmo ser for ruim, quando tiver lançamento de Tarantino no ano ele vai estar na lista. Mas, acho que isso nunca acontece. É clubismo mesmo.

Ouso dizer que foi o filme de Quentin Tarantino do qual mais gostei. A narrativa é demorada, o filme longo, com diálogos gigantes e perfeitos. As características que mais gosto nos filmes dele. O filme se passa na época dos assassinatos da família Manson. Porém foca em dois personagens fictícios, um astro em decadência e seu dublê. Uma dupla inseparável interpretada por Leonardo DiCaprio e Brad Pitt.
Toda narrativa é uma grande homenagem para a Hollywood daquele tempo, que tenta consertar, apagar e dar reconstruir o massacre na casa de Polanski onde morreu a atriz Sharon Tate que estava grávida, tudo bem da maneira mais Tarantino possível. Os dois protagonistas foram espetaculares, e cabe com certeza um espacinho para o Oscar, não fosse Joaquin Phoenix era até fácil destacar um favoritismo.

BÔNUS: TOY STORY 4

2019 toy story 4 4k 1b 2560x1440
Estavamos com muito medo da continuação da melhor animação de todos os tempos. Toy Story 3 já tinha dado um desfecho digno para a saga de Woody e companhia. Pelo menos era assim que eu pensava.

De toda a lista foi o único filme que nós choramos, e não foi pouco. A história vai "crescendo" assim como o telespectador que acompanha desde criança àquela jornada. E nos devolve um final bem adulto cheia de emoção e maturidade. Além de algumas metáforas que sempre vão fazer de Toy Story a melhor franquia de animação do mundo.

E aí? Gostou da lista? Faz a sua aí pra gente e manda aqui. Vamos comparar e apresentar coisas novas uns aos outros. Quantos filmes você já assistiu dessa lista?

“Talk about about a dream, try to make it real”

A frase que abre o filme, Blinded By The Light, diz muito sobre o que ele pretende passar ao telespectador. Uma obra que se trata de sonhos e seus respectivos sonhadores. E, por se tratar de Bruce Springsteen não poderia ser diferente.

 

A sentença significa algo como, “Fale sobre um sonho, tente torná-lo real”. O trecho pertence à canção “Badlands”, de Springsteen. Ao longo da carreira o músico teve o poder de tocar seus fãs, suas composições sempre conversaram com os excluídos, os sonhadores, e quem, vez ou outra, “quis explodir”.

 BBTL 3

Prova da sensibilidade e da poesia do “The Boss” foi trazida com o filme – que no Brasil chega com o nome de “A Música da Minha Vida”- uma história real baseada na vida de Sarfraz Manzoor, e inspirada nas canções de Springsteen.

 

O enredo do filme traz a vida de Manzoor-co-roteirista da obra-, retratado na película pelo nome fictício de Javed. O protagonista é um dos três filhos de uma família tradicional paquistanesa, que se mudou para Inglaterra fugindo de confrontos e em busca de uma vida próspera.

 

O ano é 1987, Margaret Thatcher é Primeira-Ministra do Reino Unido, o desemprego está em alta, e o conservadorismo toma conta das ruas Luton, e de todo o país. O preconceito é evidenciado em pichações de muros e marchas de movimentos neofascistas.

 blinded by the light 2

Esse é o pano de fundo da vida de Javed, adolescente que além de encarrar tais adversidades, têm de conviver com o tradicionalismo de sua família, que o impede de ter sua liberdade individual, justamente em um período de descobertas.

 

O sonho do garoto é de ser um escritor, algo que deve esconder de seu pai. Na escola ele acaba conhecendo Roops, que lhe apresenta as canções de Bruce Springsteen.

 

As composições do cantor americano mexem com Javed, e o fazem ter uma nova perspectiva de vida. A partir das canções, questões fundamentais como, política, liberdade, sonhos e carreira, começam a despertar no garoto uma vontade extrema de viver por sua própria ideologia.

 bbtl 4

A trilha sonora é quase toda assinada por canções de Springsteen. A partir de uma temática ácida, e pesada, o filme consegue trazer uma leveza tocante em sua narrativa.

 

A aposta é por momentos cômicos e bastante música. Para além de seu desenrolar poético e de fluidez, a obra traz momentos marcantes e reflexivos. A temática do preconceito é retratada de maneira magistral, em curtos trechos, que, focam até mesmo em preconceitos da própria comunidade paquistanesa com conterrâneos.

 ahdmv

Diversão, muita música, boas atuações, um filme leve e reflexivo é o que se pode esperar de Blinded By the Light. Uma grande sensação de bem estar provavelmente vai fazer com que você levante da poltrona após os créditos finais. 

Instagram Casal Cultural