Uma das coisas que mais tá fazendo falta na época de quarentena são os esportes. Seja ele qual for o seu preferido
Só os vts de jogos clássicos não acalentam nossos corações desportistas. Não tem futebol aos finais de semana, Federer, Nadal, e Djocovick sumiram. Artes marciais nem pensar. 
O que nos resta é arte. A amiga que nunca nos abandona. E o cinema, e os nossos Top 5 da semana estão aí para matar um pouco a saudade de certos temas. 
O tema da vez é o esporte. Separamos cinco filmes excelentes com temática esportiva, alguns muito premiados e conceituados, com atores e atrizes fenomenais. 
1. Um Domingo Qualquer
 
Começamos com o incrível Al Pacino. Focado no futebol americano, um dos protagonistas vivido por Pacino é um excêntrico técnico que consegue levar o time até às finais. A atuação dele é um dos pontos fortes do filme, um discurso famoso do longa é quase sempre usado em vídeos motivacionais por torcedores e fãs de vários esportes diferentes. Cameron Dias também está no elenco.
2. O Vencedor
 

Mais uma das super transformações de Cristian Bale. O filme foca em um boxeador aposentado que caiu em desgraças e agora é um viado em crack, e em seu irmão, que quer seguir carreira no esporte. 
3. Raça

Baseado na história real do magnífico Jesse Owens, atleta negro que participou dos jogos olímpicos em Berlim em plena Alemanha nazista e conquistou quatro medalhas de ouro. 
4. Senna: O Brasileiro, O herói, O campeão
 

O único documentário da lista, não poderia ficar de fora.  A produção é milionária, e não é exclusiva do Brasil. Inglaterra, Estados Unidos e França fazem parte da co-produção. Um investimento que rendeu vários prêmios para o documentário. 
5. Invictus 
 
 

África do Sul. Mandela eleito, após o fim do apartheid o país continua dividido e o preconceito reina. A ideia de unificação do presidente surge por meio do Rúgbi. Ele acredita que pode fazer isto através do esporte na copa do mundo. 
Menções honrosas: 
Jamaica abaixo de Zero

 
O Homem que Mudou o Jogo
 

Um Homem entre gigantes
 
 

O Top 5 de hoje vai exaltar o exato momento em que deixamos de prestar atenção nos filmes para cantarolar músicas que fazem parte da trilha sonora
Algumas são tão marcantes que ao lembrar do filme, logo lembramos da canção que ajuda a construir a grandeza da obra.
Músicas do Guns n' Roses estiveram imortalizadas em grandes produções do cinema, algumas com diretores aclamados e grandes estrelas no elenco 
O Exterminador do Futuro 2 - O Julgamento Final (1991)

 
Considerado de forma unânime pelos fãs, crítica, e até o próprio diretor, James Cameron, a sequência do Exterminador é com certeza o melhor filme da franquia. Tanto é, que, após o "Julgamento Final" a franquia tentou de tudo mas não conseguiu emplacar.
 
O Guns tem papel fundamental com "You Could be Mine" gravada para ser tema da trilha sonora do filme. O clipe da canção conta com cenas do filme, portanto impossível não associar a música ao filme e vice versa. Em outras sequências não tão bem sucedidas a canção também foi usada.
 
 
Rede de Mentiras (2008)
 

 
Esse é um filmaço que conta com Leonardo DiCaprio como protagonista, além de ter Russell Crowe no elenco. E o mais importante, dirigido pelo lendário Ridley Scott. O filme tem como temática a espionagem que leva para um suspense intrigante. Ao fim, a música "If the World" do controverso disco Chinese Democracy é parte marcante. Sem contar que a música casa muito bem com o desfecho do filme.
 
Entrevista com Vampiro (1994)
 

Talvez a mais marcante canção interpretada pelo Guns seja nesse filme. A banda foi convidada para regravar a canção "Simphaty for the Devil", clássico dos Rolling Stones especialmente para a produção. 
O resultado foi o melhor possível, e a versão acabou entrando na coletânia "Greatest Hits" do grupo. O filme é espetacular, uma trama sobrenatural que tem no elenco Tom Cruise, Brad Pitt, Antonio Banderas e Kristen Dunst.
 
 
Capitão fantástico (2016)
 

 
Um filme mais recente que fez milhares de fãs pelo mundo. A ideia de um pai criar a família longe da sociedade, de uma maneira experimental e utópica tem muitas críticas e reflexões construtivas. 
 
Além da narrativa ser fenomenal, uma versão de "Sweet Chlid O' Mine" tocada pelos personagens do filme é emocionante. Difícil pensar no filme sem lembrar da linda versão da música. 
 
 
Cabo do medo (1991)
 

 
Outro clássico do cinema com Guns na trilha sonora. O filme é uma refilmagem conduzida por Martin Scorsese e protagonizada por Robert De Niro. O terror/suspense tem uma parte musical bem nostálgica e faz referência à filmes de terror e suspense antigos. Contudo, uma pequena passagem, porém importante conta com "Patience", uma das baladas mais famosas do Guns n' Roses.
 
 
Menção honrosa - O paizão (1999)
 
 

O que não podia ficar de fora é o clássico do nosso querido e sensacional Adam Sandler. Quem nunca se emocionu na sessão da tarde, principalmente no dia dos pais, com a comédia O Paizão. Se você nunca fez isso não é digno de nosso respeito. (Mentirinha, ainda dá tempo). 
Mais uma vez, "Sweet Child O' Mine" dessa vez interpretada pela maravilhosa Sheryl Crow.
E aí? Fala para gente qual desses é o seu preferido, qual deve ser riscado da listinha. Ou qual ficou de fora da nossa lista.
Keanu Reeves é um ator que viveu altos e baixos na carreira. Até que firmou com o sucesso de Matrix. A partir daí foi convidado para ser protagonista em vários filmes, alguns deles de pouca expressão. 
Até que estrela no filme de ação baseado em HQs, John Wick. Depois do sucesso que Keanu conquistou com seu papel, sua popularidade voltou ao topo. 
keanu reeves 1
Keanu Reeves hoje é uma das personalidades em evidência no mundo inteiro, criou-se um culto em volta do nome do ator, que exaltam além de seus trabalhos, sua personalidade humilde e simples, e sua trágica vida pessoal. 
A internet ama Keanu Reeves, prova disso são os memes, que todo dia aparecem no seu feed. Então, inspirado nisso, e pela minha paixão "Keanesca" trago o Top 5 dessa semana com os melhores filmes de Revees ! 
1. Matrix
 
06041256280016 1
 
É claro que esse não poderia ficar de fora. A distopia de Matrix é uma das coisas mais sensacionais do cinema. Lembrando que vale para toda trilogia, apesar de o primeiro ser o melhor dos três. A direção é das irmãs Wachowski que formam responsáveis por outros grandes trabalhos. Na sinopse não vou focar muito, é um filme obrigatório, portanto se não assistiu, tá passando da hora.
2. Caçadores de Emoção (1991)
 
point 600x400
 
Filmaço que recentemente ganhou um remake que não chega nem aos pés do original. Reeves da vida a um detetive que deve infiltrar em uma gangue de aventureiros, mas ao fazer isso, se afeiçoa aos bandidos que praticam uma visão de mundo bem singular. 
3. O Drácula de Bram Stoker
Bram Stoker s Dracula bram stokers dracula 10766163 1024 576
 
Que filme! Elenco de peso, que mostra a visão da clássica história de Drácula pelos olhos de ninguém menos que Francis Ford Copolla, um dos maiores diretores de topos os tempos. 
4. John Wick
 
x82674928 CULTURAFilme John Wick 3Parabellum com Keanu Reeves. Divulgacao Niko Tavernise.jpg.pagespeed.ic.iaauz96fyP
 
O filme que reacendeu a chama Keanu Reeves não poderia ficar de fora. Assim como Matrix, esse vale pelo conjunto da obra, que por enquanto é uma trilogia. Resumindo: ação, ação, ação. Incrivelmente o filme de prende pela qualidade das filmagens. E vale lembrar que Keanu Reeves não faz o uso de dublês para John Wick. 
5. Advogado do Diabo
advogado do diabo
 
Maravilhoso! Keanu Reeves e Al Pacino. Revees faz o papel de advogado, e o título já dá um spoiler danado sobre do que se trata o filme.
Bônus: A casa do Lago
a casa do lago sandra bullock keanu reeves 1218 1400x800 2
Esse bônus é pra tirar um pouco do lado de temas como ação, demônios, anjos e essas coisas todas. E lembrar que o ator já participou de muitos romances. Esse é uma prova deles. Já pensou em duas pessoas viverem na mesma casa em anos diferentes, mas incrivelmente conseguem se comunicar por meio de uma caixa de correios. Ideia muito maluca, e instigante. 
Constantine 
 
04150113847282
 
O filme divide opiniões para os fãs da HQ, contudo é unanimidade que Keanu Reeves mandou super bem, tão bem que já rolou até um abaixo assinado para que ele faça parte de um remake. Eu particularmente gosto bastante do filme.

Tem Resenha: Doutor Sono

Novembro 13, 2019

Vamos partir do pressuposto, que você, assim como nós, tenha, há poucos dias, assistido a um dos filmes mais icônicos e emblemáticos de um dos mais famosos escritores de histórias de terror. Sim, Estamos falando de Stephen King o filme, eu imagino que você já saiba. O quê?

Não! Não, estamos falando de Doutor Sono, não ainda. Estamos falando de O Iluminado. Terror que marcou o ano de 1980, estrelado por Jack Nicholson. Isso mesmo... gêmeas apavorantes, machado macabro, hotel assustador e o principal, Dan Torrance (Danny Lloyd) e seu amigo “imaginário” Tony. Deu pra lembrar-se de tudo?

2796966.jpg r 640 360 f jpg q x xxyxx

Onde nós queremos chegar com isso? Bom, um filme entrou recentemente em cartaz, e junto com ele, mesmo que quase 40 décadas depois, tudo o que assombrou as salas de cinema em O Iluminado também voltou. Por isso, se você ainda não reviu o clássico, faça como a gente, e depois corra para o cinema mais próximo.

Doutor Sono, longa dirigido por Mike Flanagan, (guarde esse nome) trouxe olhos, ouvidos e alma para a adaptação do livro de King. Mesmo que sem pretensão, Mike, conseguiu recolocar a pulguinha atrás da orelha. “E se realmente existirem iluminados pelo mundo?”

doutor sono video mostra bastidores da continuacao de o iluminado

Narrativa por Narrativa

Enfim, vamos ao filme, Danny Torrence (Ewan McGregor). O garotinho  esperto, cujo o prazer era andar de triciclo pelos corredores do macabro Hotel Overlook, cresceu. Ainda atormentado pelas diversas inquietações de sua iluminação, Dan encontrou um refúgio para suas amarguras de vida, o álcool

 

Ewan McGregor Mike Flanagan 1200x676

No ápice de sua agonia, o rapaz decide começar uma nova vida em outra cidade. Arriscando em tentar algo digno e normal. Mas como em todo bom filme de terror, as anormalidade começaram a contrapor a perspectiva de Dan.

Ainda que lhe não fosse novidade, e já tivesse tomado ciência da existência de outros iluminados pelo mundo, o protagonista que por vezes tenta abdicar-se de seus poderes, se depara com Abra Stone (Kyliegh Curran). Garotinha, que está por descobrir sua iluminação, mas também os benefícios e malefícios que se seguiriam ao longo do filme.

Assim como Abra, Dan e inúmeros outros iluminados pelo mundo, cada um com sua peculiaridade e sua intensidade de luz, a trama ainda conta com o grupo de caçadores de almas iluminadas O Verdadeiro Nó. Tendo a sedultora Rose (Rebecca Ferguson) como líder do bando, que utiliza do “vapor” de seus semelhantes para sobrevir seus corpos e vitalidades eternas.

 

Rebecca Ferguson 1

O enlace de todos os personagens se dá após o cruel assassinato de Bradley, garoto também iluminado, que determina a junção e o artificio de perseguição dado ao filme.

Diferente, mas não ruim

O enredo do filme é bastante diferente de "O Iluminado" em todos os aspectos, desde cenários, quantidade de personagem, abordagem, e gênero. Isso é o que torna o trabalho de Mike Flanagan mais admirável.

O jovem diretor consegue homenagear um clássico, respeitar, e ainda incorporar certas características à sua obra.

11184120507441

(Agora vem spoiler)

Assim que Danny tem a ideia de levar os caçadores até o antigo e abandonado Overlook, as refilmagens do clássico de Kubrick são nostálgicas e da mesma grandeza. A trilha sonora é o primeiro sinal de que estamos indo fazer uma "viagem no tempo".

Para não falar mais que isso. Vejam, e digam por si só. As partes do Hotel prestam uma homenagem digníssima ao primeiro filme. A escolha dos intérpretes também foi muito bem feita, e ressaltou as atuações dos antigos atores, como Jack Nicholson.

No mais, obrigado King, obrigado Flanagan.

Instagram Casal Cultural