Uma das coisas que mais tá fazendo falta na época de quarentena são os esportes. Seja ele qual for o seu preferido
Só os vts de jogos clássicos não acalentam nossos corações desportistas. Não tem futebol aos finais de semana, Federer, Nadal, e Djocovick sumiram. Artes marciais nem pensar. 
O que nos resta é arte. A amiga que nunca nos abandona. E o cinema, e os nossos Top 5 da semana estão aí para matar um pouco a saudade de certos temas. 
O tema da vez é o esporte. Separamos cinco filmes excelentes com temática esportiva, alguns muito premiados e conceituados, com atores e atrizes fenomenais. 
1. Um Domingo Qualquer
 
Começamos com o incrível Al Pacino. Focado no futebol americano, um dos protagonistas vivido por Pacino é um excêntrico técnico que consegue levar o time até às finais. A atuação dele é um dos pontos fortes do filme, um discurso famoso do longa é quase sempre usado em vídeos motivacionais por torcedores e fãs de vários esportes diferentes. Cameron Dias também está no elenco.
2. O Vencedor
 

Mais uma das super transformações de Cristian Bale. O filme foca em um boxeador aposentado que caiu em desgraças e agora é um viado em crack, e em seu irmão, que quer seguir carreira no esporte. 
3. Raça

Baseado na história real do magnífico Jesse Owens, atleta negro que participou dos jogos olímpicos em Berlim em plena Alemanha nazista e conquistou quatro medalhas de ouro. 
4. Senna: O Brasileiro, O herói, O campeão
 

O único documentário da lista, não poderia ficar de fora.  A produção é milionária, e não é exclusiva do Brasil. Inglaterra, Estados Unidos e França fazem parte da co-produção. Um investimento que rendeu vários prêmios para o documentário. 
5. Invictus 
 
 

África do Sul. Mandela eleito, após o fim do apartheid o país continua dividido e o preconceito reina. A ideia de unificação do presidente surge por meio do Rúgbi. Ele acredita que pode fazer isto através do esporte na copa do mundo. 
Menções honrosas: 
Jamaica abaixo de Zero

 
O Homem que Mudou o Jogo
 

Um Homem entre gigantes
 
 

Johnny Depp, alguns anos atrás, foi vítima de um abaixo-assinado pela retirada dele do elenco de Animais Fantásticos, franquia de J.K. Rowling da expansão do universo de Harry Potter (mais conhecido como Harry Potter sem Harry Potter). Depp possui um papel importante na série de filmes. É um vilão de personalidade e ideias fortes e terá um crescimento na narrativa da franquia.

 MV5BMmJmNDg4YzctMmJiMS00YzY1LTlhOWMtYzNhMjQyNzI2YjZkXkEyXkFqcGdeQXVyNjUwNzk3NDc. V1 SX1777 CR001777733 AL

O fato não aconteceu por uma má atuação ou algo do tipo. Acontece, que, como todos sabemos, o ator foi acusado de violência doméstica por sua última esposa, Amber Heard. O que seria mais que motivo para uma indignação do público e todos os boicotes que poderiam seguir. Contudo foi outra coisa que se sucedeu.

 

Os meios de comunicação, em sua maioria, já foram atrás da cabeça de Depp, tendo como prova uma simples alegação de Heard e uma condenação pública que não precisou de julgamento. Toda a indignação que surgiu e vem conturbando a vida e a carreira de Johnny Depp aconteceu de uma vez. Uma avalanche de comentários, textos, e xingamentos na internet, e mais algumas hashtags que depreciavam o ator.

amber heard johnny depp divorce

 

A petição para fazer com que Depp ficasse fora de Animais Fantásticos tomou força. Contudo, J.K.Rowling foi firme em sua decisão de continuar a contar com o ator no elenco. Porém, outra franquia de sucesso mundial e arrecadações bilionárias abraçou a “causa” e encerrou o vínculo com o interprete de Jack Sparrow. A Disney decidiu não contar mais com ele para a franquia de Piratas do Caribe.

 

Johnny Depp Jack Sparrow

Como fã do trabalho de Depp, fiquei triste com a retirada do ator do papel, e boicotes de outras grandes produções. Admiro e acompanho Johnny Depp fora do âmbito cinematográfico. Desde suas ações de caridade e sua carreira musical, que já rendeu parcerias com personalidades de expressão como Paul McCartney, Alice Cooper e Jeff Beck.

 

Foi inclusive como músico a última passagem de Depp pelo Brasil. Ele se apresentou na edição do Rock in Rio de 2015. Nessa época, o ator ainda era casado com Heard. A apresentação na Cidade do Rock foi junto com o Hollywood Vampires, super grupo formado por grandes personalidades do rock, como Joe Perry, Duff McCagan, e Alice Cooper. Na passagem pelo Brasil, o ator junto com a banda aproveitou para praticar atos solidários.Em parceria com a prefeitura do Rio fizeram doações de aparelhos auditivos para crianças com deficiência auditiva na fila do SUS. O ator foi pessoalmente ajudar as crianças com os aparelhos.

 Johnny Depp Amber Heard Assault 911 Call Audio Released 1200x800

Sempre que possível, Johnny Depp, também fazia visitas aos hospitais que estivessem perto de algum set de filmagem de Piratas do Caribe. Era uma maneira de alegrar crianças doentes. Fazia tudo caracterizado como Capitão Jack Sparrow.

 

Não venho por meio desses fatos tentar criar um sensacionalismo barato, assim como não venho afirmar que as ações de Depp anulam ou expurgam a culpa de uma agressão doméstica. É claro que solidariedade e boa educação não acabam com atos dessa natureza. Qualquer um pode ter a violência escondida, como prova Tedy Bund, e outros tantos “bons moços” que passaram e passam constantemente por cima de tapes vermelhos.

 atriz foi fotografada chorando dentro de carro 726741

Outros tantos fatos me fazem interessar por Johnny Depp, como sua aproximação de Hunter Thompson, (meu grande ídolo do jornalismo). Mas, tudo isso não vem ao caso. Vamos focar na grave acusação do ator.

 

Quando tudo isso veio à tona, algumas personalidades vieram em sua defesa, tais como sua ex-esposa, algumas ex-parceiras, sua filha e a atriz Winona Ryder, todas alegando que era uma coisa impensável de Depp ter praticado, que sempre foi uma pessoa doce.

naom 581c7e1f13095

 

Contudo, pouca importância foi dada ao caso. Depp é acusado pelo grande público que só acompanhava declarações de Amber Heard e vídeos subjetivos que chegavam para sites de fofoca.

 

Heard era a grande estrela na época, uma carreira em à todo vapor. Sucesso em A Garota Dinamarquesa e a mais nova franqueada do universo DC interpretando Mera em Aquaman e Liga da Justiça. Enquanto a vida de Johnny em profunda decadência, pessoalmente e profissionalmente. Depp nunca teve direito aos holofotes ao seu favor durante os últimos anos.

Amber Heard

 

Porém a briga mudou de lado. Após mais “andar da carruagem”, Johnny tem agora o “status” de inocente, enquanto é ele que expõe violência doméstica contra Heard, além de um processo de difamação  em 50 milhões de dólares.

 

O ator mostrou novas evidências que podem provar nunca ter agredido Amber Heard, com imagens de câmeras de segurança, depoimentos, e áudios da ex-esposa. Incluindo a alegação de que Amber Heard teria cortado o dedo do ator.

 20180710 depp

As franquias da DC não têm alcançado todo o êxito que se esperava traçando um paralelo à vida pessoal da atriz. O público se voltou, agora, contra Heard, com textos, hashtags e tudo o que tem direito. Mais uma vez sem a profundidade necessária.

 

Hoje a notícia com a qual me deparei é a seguinte: "volta de Johnny Depp como Jack Sparrow é pedida por fãs em abaixo-assinado".

A quarentena segue então vamos de mais Top 5. Hoje vamos falar filmes de terror, saindo bruscamente e totalmente de nossa última lista (comédias românticas). Aproveitem, os casais, que estão juntinhos nessa pausa da realidade. Se tem uma coisas que os filmes de horror possuem em comum com as comédias românticas é a necessidade de assistir sempre "coladinho" um no outro.

 

Eu (Bê), quando mais novo, na verdade só alguns anos atrás, morria de medo desses filmes. Mentia pra mim que detestava filme de terror, na verdade era só pânico. Quando comecei a assistir bons filmes do gênero, aprendi que não existe gênero de filmes ruim, apenas filmes ruins.

 

Então seguem aqui os 5 melhores filmes de terror de todos os tempos na minha opinião. São todos longas com histórias bem construídas, personagens marcantes e uma trama envolvente, além de alguns pequenos grandes arrepios:

 

1. O Exorcista é um clássico do cinema, apesar de ser um filme de 1973. O impacto do filme dura até os dias de hoje. Na época os efeitos especiais eram básicos, por tanto muita maquiagem foi usada, e efeitos analógicos improvisados, o que torna tudo mais real e nos assusta em 2020. Além dos sustos, o roteiro é muito bom, a história nos prende e apesar de se tratar de possessão demoníaca, tema comum nos filmes de hoje, nenhum conseguiu superar o Exorcista.

Diretor: William Friedkin
Ano: 1973

O exorcista

 

2. Coração Satânico é com certeza o filme mais desconhecido da lista. Robert De Niro é antagonista do longa, não me lembro do ator ter se aventurado outra vez no gênero. Enfim só de ele estar presente já vale a pena. O filme tem uma narrativa misteriosa, daquelas que só no fim conseguiremos encaixar todas as peças. É ambientado no sul dos Estados Unidos, no Mississipi, no Blues, na cultura negra e em religiões antigas.

Diretor: Alan Parker
Ano: 1987

coracao satanico

 

3. A Bruxa foi com certeza o filme que mais me trouxe pavor, foram algumas noites sem dormir. O filme se passa no início da colonização dos Estados Unidos. Após uma família sair de uma comunidade e se estabelecer sozinha em um novo terreno. A ambientação é muito convincente até o inglês usado pelos atores é bem arcaico. O filme é baseado em cartas e registros de bruxaria provenientes da época em que se passa. O filme mexe com o psicológico do início ao fim.

Diretor: Robert Eggers
Ano: 2015

a bruxa

 

4. Em nossa geração Invocação do Mal já se tornou uma franquia famosa. São dois filmes principais, mais um confirmado fora uma série de spin offs. É baseado na história real de dois investigadores sobrenaturais, que precisam salvar uma família dos espíritos que circundam a casa para qual se mudaram. Meio clichê, porém o melhor deles. Realmente muito bom.

Diretor: James Wan
Ano: 2013

invocacao real

 

5. Por último, mas não menos importante fica Corra!, o filme original de Jordan Peele, que depois ainda nos presenteou com Nós. Corra traz uma ideia completamente maluca, daquelas que faz você pensar "como alguém pode imaginar algo do tipo". Além de tudo traz uma crítica pertinente aos dias de hoje. Falar mais do que isso estraga o filme.

Diretor: Jordan Peele
Ano: 2017

corra

 

Então, fiquemos com essas dicas para quarentena por enquanto, qual deles vai entrar pra sua lista? E antes de sumirmos, deixo aqui uma série de menções honrosas, das quais não me perdoaria se não dissesse : Midsommar

midsommar

O Iluminado

machado o ilumi

O bebê de Rosemary

o bebe de rosemary

Psicose

psicose

Jogos Mortais

jogos mortais

Domingão de quarentena, nem venha nos dizer que o tédio não passou por aí ao longo desses dias todos. “Solidão, né minha filha?” Chegou a hora de você dar mais que uma chance aquela sessão tão discriminada das listas de filmes. SIM! Estamos falando das Comédias Românticas que nem sempre são tão água com açúcar assim... Ah, colé! Vale a pena torcer pro mocinho e por aquele beijo do final, que tira o fôlego e faz o coração bater mais forte, né?! Ok, estoU exagerando um pouco, mas um sorrisinho involuntário aparece no rosto sim, nem venha negar!

 

Pra acalentar esses podres corações enclausurados, e alimentar com uma colherinha de chá a saudade do crush, vai ai um: “TOP 5 - AS MELHORES COMÉDIAS ROMÂNTICAS”.

 

Todo TOP 5 que se preza tem um bom clássico, e sem dúvida alguma esse não poderia ficar de fora, afinal... (Leia cantando) “ Tam dam dam dam dam dam dam dam.... Pretty woman, walking down the street” é a referência mais certeira do filme, Uma Linda Mulher. E claro, sua história inspiradora pra tantos outros que vieram após Julia Roberts e seu icônico cabelo vermelho. Se você cometeu o pecado de ainda não ter assistido. Por favor, se redima agora.

uma linda

 

4. Podem nos julgar aqueles que não gostam de um comedia romântica bem picante, ou bem humorada, ou os dois. Amizade Colorida pode não ter o melhor dos diálogos, pode não ter a melhor trilha sonora, pode não ter o melhor elenco (Justin Timbarlake, sério?) mas é bem legal. Tentar fugir da tradicional história da mocinha frágil que precisa ser resgatada de sua prisão pelo mocinho durão, talvez seja o que tenha levado o filme a estar em nossa 4º posição. E pelo contrário, acredito que o que esse filme possui de mais interessante é a construção de seus personagens. Vale a pena assistir.

amizade 2

 

3. “Mas eu odeio principalmente, não conseguir te odiar, nem um pouco, nem mesmo por um segundo. Nem mesmo só por te odiar” Bom, vocês sabem do que estamos falando. Filme sem defeitos que não poderia estar de fora dessa lista, As Dez Coisas que Odeio em Você.

10 coisas

 

2. Se uma vez no amor é bom, imagina três. Ain gente, desculpe pelo infame trocadinho. Mas é que Três vezes amor, é de longe uma das melhores comédias românticas... Além de possuir o melhor contexto histórico. É fofo (Awn) e tem uma boa trama. Apenas, assista.

3 vezes amor


1. Amigos, houve um empate. Não dava pra fazer um top 6... e esses filmes são igualmente fantásticos. Bom, não sabemos ao certo se ambos entram na categoria comédia romântica. Mas, a gente não gosta dessa coisa de ser obrigatório empregar definição a algo. Fato é que são cômicas, românticas e tem um fundo dramático, como todo bom filme. Se enlouquecer não se apaixone é divertido e eloquente, e te faz perceber que “de louco, todo mundo tem um pouco”. Já “Questão de Tempo”, te fisga na trama da melhor maneira. Te faz não tirar os olhos da tela por um bom tempo não linear.

se enlouquecerquestao 

 

Vocês sabem o quão difícil pra nós a questão dos limites, por isso a gente sempre os ultrapassa. Sendo assim, uma gigantesca ressalva para Como se fosse a primeira vez, e Esposa de mentirinha, do nosso querido e brilhante Adam Sandler. E a sinopse? Ah, a globo já fez o papel de contar centenas de vezes, não é mesmo? Mas a gente nunca se cansará de “Wouldn't it be nice if we were older....”

como se fosse

esposa 2

8° dia de quarentena, 12º, 3º seja lá qual sua contagem...  o que você anda fazendo?

 

Bom, se ler está em um de seus tópicos na resposta a gente tem a melhor dica de todos os tempos da última semana. Apesar de essa resenha ser uma promessa pré- Coronavírus, ela chega a um bom momento para fazer o tempo passar.

 

É livro, que, é de um dos maiores escritores de ficção científica/ terror do mundo. Estamos falando Stephen King. Ele nunca sai de moda. Provavelmente no ano ainda teremos lançamentos de livro, adaptações que irão aos cinemas, outras séries, filmes exclusivos de sistemas de streaming, e talvez, ele até ajude com  alguns roteiros. Enfim, devemos ter mais de um King vivendo nos dias atuais.

 

Esse fato não fugiria das ficções científicas idealizadas por ele, e explicaria aquantidade de histórias que temos se esprememos qualquer átomo Stepheniano. Um simples escorregão na varanda vira enredo, e o mais impressionante é que pode te fazer assustar. Seja um, dois ou até mesmo três lançamentos no ano, a qualidade da narrativa nunca cai. Deve ser tranquilo se atestarmos os dois a King.

 

Tá bem, chega dessas teorias malucas. A partir de agora, teorias da conspiração só serão discutidas por livros de ficção, talvez, dessa forma, consigamos diminuir e controlar idiotices como Terra Plana, e, a não existência do aquecimento global.

 

Ufa! Nós temos uma ficção científica pra debater, portanto nosso papo não acaba por aqui. King lançou em 2019 o livro, O Instituto. Claro, claro, os direitos já estão vendidos, e o enredo será transformado em uma série.

kin 2

 

Contudo, isso não vem ao caso por hora. Nós achamos o livro incrivelmente bom. A estória, se escrita por outra pessoa, provavelmente não seria tão envolvente assim, vamos então checar um pouquinho dela.

 

Luke é um garoto super inteligente, tipo com o QI elevadissímo, estuda em escola especial e tals. Além disso tem boa relação social com os pais, e qualquer outra pessoa. Suas habilidades não cobram nenhuma "fraqueza".

 

O garoto tem apenas 12 anos e está preparando para entrar na faculdade. Porém, próximo do dia, seus pais são assassinados e ele é sequestrado.

 

Ele acorda no que descobre ser um instituto, cheio de outras crianças. Todos eles são submetidos a centenas de exames, e participam de uma estrutura social que valorizada por pontos: bons comportamentos são parabenizados por fichas que podem ser trocadas de guloseimas até cigarros e álcool.

 

As crianças que estão presentes são especiais, não como Luke. Todos ali possuem habilidades de TC, ou TP, isso significa respectivamente telecinesia e telepatia. Os testes tentam aprimorar poderes e controla-los. Individualmente não conseguem mais do que virar uma página de caderno.

 

Sem spoilers a narrativa cresce em cima disso. O livro tem o melhor de Stephen King, uma decorrência de tirar o fôlego em todos os momentos, isso  com o desenvolvimento de personagens crianças. A construção dos personagens é divina. Coisa de nos prender o tempo todo, em seu melhor estilo, como em It, ou O Corpo, que virou o filme, Conta Comigo.

conta comigo

 

Nós, particularmente, adoramos quando os protagonistas são crianças envolvidas em tramas de mistério mais sérias, tais como, E.T, Stranger Things, Super 8, dentre vários outros filmes e séries.

stranger

 

Voltando ao livro, agora sim, com alguns spoilers (se já se interessou, pare por aqui para ter uma surpresa maior, senão, de qualquer maneira, tentaremos falar o menos possível), o tal Instituto funciona há muito tempo em segredo, na verdade logo após a segunda guerra mundial. Ele faz pesquisas como uma forma de conseguir poder para o país, como na época da corrida espacial, só que o poder emana das crianças, que juntas podem fazer coisas significativas, para então, serem descartadas.

 

As crianças que são "especiais" acabam por descobertas em meio a um teste rotineiro feito ao nascimento, desse modo, todas as crianças são catalogadas desde a infância.

 

Nos dias atuais fica difícil de se esconder qualquer informação, porém o Instituto funciona em um fim de mundo, e possui um esquema quase infalível, até para acobertar os rastros de assassinatos e sequestros.

king 3

 

Apesar de tudo, os profissionais envolvidos nas pesquisas acreditam que o mundo só está em equilíbrio graças as crianças que são sacrificadas por todo esse tempo. A grande questão é: o fim do Instituto pode significar no fim do mundo?

 

O que começa no livro de King como uma trama simples, toma proporções megalomaníacos que empurram a estória por um caminho completamente desconhecido que faz surgir o tipo de pensamento: "como alguém pode pensar em algo assim". E se a guerra fria nunca tivesse acabado?!

 

O trabalho de pesquisa do livro é muito bem feito e não abre espaço para furos, até dados quantitativos batem com a realidade, além de outros nomes e termos corretos. Ao contrário de outros livros do escritor, esse, em especial, possui muitos personagens, e todos são bem desenvolvidos. Ao final do livro podemos notar agradecimentos para George R. R. Martin, talvez a amizade dos dois seja incentivo para tal característica. Afinal, quem não se perde na quantidade de nomes encontrado em As Crônicas de Gelo e Fogo?!

 

Ainda não sabemos quando a série virá ao público, contudo não sejam preguiçosos ao ponto de esperar. O livro com certeza merece atenção.

Página 1 de 3

Instagram Casal Cultural