Especial: 10 FILMES ROCK ‘N' ROLL

By Outubro 07, 2018

13 de Julho talvez seja o dia mais importante da história do mundo, né!? Ah, colé! Vai dizer que o rock’n’ roll não mudou gerações e transformou o universo?

 

Pois é, cientes dessa revolução de grandes riffs de guitarra e longos solos de baixo, o Casal Cultural decidiu compartilhar com vocês uma seleção de filmes com rock’n’ roll na veia, e também na trilha sonora.

Talvez ao rolar da lista você sinta falta de uma ou outra grande produção do cinema mundial, mas, nós decidimos reunir aqui, apenas os filmes de ficção, e que carregam consigo algum legado, ou que transformaram alguma música de forma que possa ser reconhecida apenas com a batida das baquetas.

 Ah, lembrado também que a posição dos fatores não altera sua relevância.

1- Pink Floyd – The Wall

É difícil alguém que goste de rock não ter visto, ou ao menos escutado o disco, "The Wall". É um marco na carreira do Pink Floyd, que até hoje ainda é lembrado em turnês comemorativas de Roger Waters.

O filme possui pouquíssimos diálogos, o que amarra a história são as canções, que marcam uma narrativa metafórica. O longa conta a vida de Pink, um astro do Rock desiludido com o amor, dopado de drogas, que trava uma batalha interna por sua sanidade.

Além de passagens pela juventude do protagonista, a película é recheada de referências à Segunda Guerra Mundial, e até algumas à juventude do próprio Roger Waters. O ator Bob Geldof canta no filme, porém durante a produção foi questionada a possibilidade de ele apenas dublar as canções.

Roger Waters é encarregado pelo roteiro. Duas músicas estão presentes apenas no disco: “Hey You”, e “The Show Must Go On”.

 

 2 - School of Rock

Se existe algo que Escola de Rock desperta naqueles que o assistem é a vontade de ter um professor de rock’n’roll como o digníssimo Jack Black.

O cara não só é um exímio ator como também faz parte do mundo da música.  E, tenha certeza de que as aulas da escola de rock são dadas a partir de um portfólio de conhecimentos pessoais de JB.

Mas, vamos ao filme. O personagem de Black é um preguiçoso homem, desempregado que mora de favor na casa do amigo, que também é professor substituto em escolas particulares. Dawey que foi, demitido de sua banda, decide então tomar o lugar de seu amigo, como professor.

Após conhecer melhor os alunos e descobrir a veia musical de todos eles, o então professor decide montar uma banda e dar aulas sobre a história do rock para a turma da quinta série, e disputar a Batalha das Bandas.

Com uma grande confusão como esta, é obvio que as coisas não foram um grande sucesso, né?! Ou talvez sim, logo que o filme é um verdadeiro intensivo para quem quer aprender sobre o espírito rock’n’ roll. 

E com esse roteiro peculiar, Escola de Rock não poderia ficar de fora da nossa lista. Uma das curiosidades do filme é que ao ensinar Zack, um de seus alunos, a tocar guitarra, ele também ensina ao garoto a apontar o dedo e acenar. Um dos gestos mais marcantes de Angus Young, guitarrista do AC/DC.  

“Substitute” do The Who, “The Wait” do Metallica e “Moonage Daydream” do David Bowie estão na trilha sonora.

 

3 - Across de Universe

Pessoalmente, nós não temos uma tendência para musicais, mas, existem alguns que tomam nosso coração. Across the Universe é certamente um deles.

O filme se passa nos anos 60 e retrata a revolução da década. Misturado as tendências psicodélicas e as paixões vividas pelos personagens, o longa tem como ponto chave a interpretação das canções dos reis do ye ye ye.

Desde “Hey Jude” até “Dear Prudence”, todas cantadas pelos personagens que, também possuem nomes relacionados as canções dos Beatles.

Duas das curiosidades mais interessantes do filme é que ele foi lançado nos Estados Unidos no dia do aniversário de John Lennon, dia 09 de outubro. Além de terem 90% das canções gravadas ao vivo nos sets de filmagem. Sem nenhuma dublagem.

Ah, Bono Vox, vocalista do U2, também encarna um dos personagens e protagoniza cena marcante em que entoa "I Am the Walrus".

 

 4 - Wood & Stock: Sexo, Orégano e Rock’n’ roll

E é claro que precisamos ter uma produção nacional em nossa lista. E ela vem de forma muito original e cômica. O longa animado é baseado nos personagens do cartunista Angeli.

Wood e Stock são dois “dinossauros” remanescentes da era hippie. Agora já com família, e contas para pagar, vivem em uma realidade que não é lá a que eles queriam. Cansados disso, eles decidem voltar às antigas, e retomar a banda da adolescência.

A trilha sonora do filme é espetacular. Músicas de Arnaldo Baptista,Novos Baianos, Tom Zé, e Rita Lee estão presentes. Porém a maior parte da trilha é composta por Júpiter Maçã.

A música tema, e mais marcante do filme é “Lugar do Caralho”, que no ano seguinte entrou no disco de Júpiter, intitulado,  A Sétima Efervescência. Outras composições do artista que estão no filme também estão no álbum, que está entre os 100 melhores nacionais do país de acordo com a revista Rolling Stone.

Rita Lee, Tom Zé e Lobão dão voz para personagens. Tom Zé é responsável por Raulzito. Existem referências sobre clássicos do rock internacional, como: Jimi Hendrix, Janis Joplin e os Beatles. Uma das personagens principais é baseada na juventude de Rita Lee.

 

5 - Guardiões da Galáxia

Esse é a produção mais recente da nossa lista e também a mais pop. Guardiões da Galáxia não é um filme puramente de rock, mas o tem em sua essência. Afinal, personagem principal, Peter Quill, carrega consigo a música como ligação entre ele e seu verdadeiro lar.

O único filme do universo Marvel da nossa lista, não fugiu muito do mundo da aventura que é o cargo chefe da produtora. Porém, quando o assunto é música de qualidade, Guardiões da Galaxia é certeiro.

Mercenário por natureza, ou talvez por necessidade, Quill leva consigo um walkman que contém todas as músicas de sua vida. As canções também se tornam a trilha sonora do filme, coisas como: "Cherry Bomb” das The Runaways e “Father and Son” do Cat Stevens, fazem parte de sua trilha sonora.

A curiosidade mais marcante de todo o roteiro é o personagem Rocket Racoon. Ele tem o nome inspirado em uma das músicas dos Beatles, e é dublado por Brandley Cooper. Além do filme já ter alcançado o primeiro lugar no Billboard americano como trilha sonora, mesmo não tendonenhuma música original.

 

6 - As Vantagens de ser Invisível

Lembra-se quando eu disse que a nossa lista não era um top 10, e que também possuía filmes, que conquistaram um lugar nela simplesmente por dar vida própria há uma determinada música? Pois é, As vantagens de ser invisível certamente é um desses casos.

O filme por si só já é gigantesco, de enredo, roteiro, personagens e narrativas. Ele consegue mudar perspectivas.

Charlie, o garoto de 15 anos que acaba de entrar no novo colégio do ensino médio, ainda se recupera de uma forte depressão, após seu melhor amigo cometer suicídio. Lá, ele faz amigos que transformam sua vida.

Para nós, Hero, do David Bowie vem para surrealizar esse filme e marcar a trajetória de Charlie. E como ouvir sua melodia e não se lembrar do garoto, no carro, de braços abertos ao mundo? Opz, spoiler? rs...

Porém, a trilha sonora também é pontual por possuir coisas como, Come On Eileen  de Dexys Midnight Runners e Teen Age Riot do Sonic Youth. Hermione também faz parte do filme! Calma, gente! Na verdade quem faz parte do filme é a Emma, a atriz que interpreta Hermione e que foge totalmente do papel da bruxinha, encarnando Sam.

 

7- Megamente

O único infantil da nossa lista é do rock’n’roll de primeira. Isso mesmo, o filme produzido pela DreamWorks Animation, tem solos de guitarra e baquetas voando em suas músicas. O enredo é típico, um vilão quer derrotar o mocinho e mostrar a ele quem manda na cidade, mas o desenrolar da narrativa é que nos prende.

De Ozzy Osbourne, Guns N' Roses e AC/DC, são os donas das músicas acompanham o perverso de cabeça azul. Porém, o bandido da vez foge de tudo aquilo que já definimos sobre os vilões das histórias, já que é ele que tem o papel principal de toda a trama.

Segundo o diretor Tom McGrath, a idéia principal do filme sempre foi: “e se o Lex Luthor derrotasse o Superman, o que aconteceria?”.

 

8 - Quase Famosos

O filme mostra a cena do Rock And Roll da década de 70 tendo como ponto de partida a turnê de uma banda fictícia, chamada, Stillwater. Na estrada a banda é acompanhada por um jovem jornalista que consegue um trabalho na revista Rolling Stone. 

Dessa forma, o filme narra de perto a história de um grupo inserido na década reconhecida como o auge do Rock. Mostrando groupies, drogas, festas, disputas de ego e etc.

O que de mais interessante que existe no filme é o fato de ser um pouco autobiográfico. O Diretor do filme, Cameron Crowe, realmente trabalhou na Rolling Stone em sua juventude, inclusive alguns personagens são reais. Uma banda chamada Stillwater existiu, apesar da do filme ser fictícia.

A primeira matéria escrita por Cameron foi sobre a banda, por isso a homenagem foi feita, isso com a autorização da Stillwater da vida real.

As músicas da banda fictícia são compostas com o auxilio de ninguém menos que Peter Frempton.

Cameron excursionou um período com o Led Zeppelin pela Rolling Stone, o que serviu de idéia para o filme. A banda do filme é baseada nas três preferidas do diretor: Led Zeppelin, Lynyrd Skynyrd, e The Allman Brothers Band.

 

9 - Pulp Fiction

Tarantino por si só já possui referências do Rock. Mas, como não falar de Pulp Fiction?!

O filme narra histórias diferentes que se juntam ao longo da narrativa, todas elas com traços de violência. Isso é feito de uma maneira não linear.

A trilha sonora é bastante marcante e não possui músicas próprias, Tarantino faz um mix, passando pelo rock, dentre outros estilos musicais.

O  longa recupera John Travolta que tinha caído em ostracismo anos atrás. Inclusive uma cena do filme parece uma homenagem aos tempos de glória do ator. Juntamente com Uma Thurman ele dança a canção de Chuck Berry, “You Never Can Tell”.

A espada usada por Bruce Willis é a mesma usada posteriormente em outro clássico do diretor, Kill Bill. A palavrão inglês, fuck é dito 265 vezes no filme.

 

10 - Forrest Gump

Quem nunca assistiu Forrest Gump? É um dos filmes mais marcantes da história do cinema, isso sem contar pela incrível atuação de Tom Hanks.

O personagem é singular. Por meio deste protagonista  que vamos progredindo ao longo das décadas. Passando pela Guerra do Vietnã, encontro com presidentes, grandes marcas em seus primórdios pelos Estados Unidos. Forrest passa por vários movimentos históricos no país.

Além disso,  participa de uma famosa entrevista ao lado de John Lennon, e aprende a dançar com ninguém menos que Elvis Preley. Existem muitas outras referencias a artistas como, Bob Dylan e Joan Baez.

Porém o que mais aproxima o filme do gênero do rock and roll é a sua trilha sonora, recheada de clássicos do rock, como, Lynyrd Skynyrd, The Doors, Fleetwood Mac dentre outras bandas.

O filme foi vencedor de 6 oscars , incluindo melhor filme. Apesar de não ser um filme de ficção e não possuir cenas “surreais”, o filme foi agraciado com o prêmio de melhores efeitos visuais, muito por conta de colocar o personagem principal em imagens reais de acontecimentos históricos.

 

Instagram Casal Cultural